terça-feira, 24 de julho de 2012

Política do ESQUENTA: IPI reduzido

Preocupado com a economia nacional, em evitar crise que abala Europa,  Governo promove - já algum tempo - a redução da carga tributária. Sendo assim, estimula, dá um ânimo, um fôlego, um respiro, às empresas, que, hoje, têm mais condições, vendem mais. Aumentando, então, o poder de compra do brasileiro, com os preços mais baixos.
Por outro lado, em tempos de pensar no meio ambiente, termos menos carros nas ruas, investir em transporte público, transporte que funcione, que acabe com caos do trânsito nas grandes cidades, Governo Federal faz tudo ao contrário. Com isso, mais e mais carros nas ruas, mais trânsito, esquenta a cabeça no congestionamento.
Afeta também aqueles que estavam pensando em vender seu carro e adquirir um  novo. Pois, carros novos estão mais baratos, com isso, os usados também sofrem com a concorrência e são mais e mais desvalorizados.
E a estratégia do nosso governo vai além. Período de cálculo de IPVA-2013 (Imposto sobre a Propriedade de Veículos Automotores, imposto cobrado pelos estados) está se aproximando e este é feito sobre o valor do automóvel - aí esquenta o bolso do brasileiro e pode ficar no vermelho -, portanto, essa redução de IPI tem prazo, acabará logo.
Então, este é o melhor momento pra comprar, mas quem quiser vender  esperar um pouco para não chorar com a cruel economia do esquenta praticado pelos nossos governantes - estes sim esquentam as contas bancárias.

VEja.com: Impostos e Carga Tributária